Hard skills e soft skills: as habilidades que todo desenvolvedor deve ter

Você já ouviu falar em soft skills e hard skills? Conhece a diferença entre elas? E mais importante: sabe como desenvolvê-las e aplicá-las no seu dia a dia? Conheça as habilidades que todo desenvolvedor precisa dominar para se destacar no mercado.

Alana Zonato

Alana Zonato

November 12, 2020 | leitura de 5 minutos

people

Participamos de um bate-papo online organizado pela Kenzie Academy, onde conversamos sobre as habilidades que todo desenvolvedor deve ter. Mas, não pense que para se destacar na sua carreira, você deve se preocupar apenas com skills técnicas. Habilidades mais sutis, como criatividade e  gestão de tempo também precisam fazer parte do seu repertório.

No post de hoje, trouxemos os principais insights da conversa, que foi mediada por Rita Oliveira, Head de Colocação e Sucesso do Aluno na Kenzie, e teve a participação de Peterson F. dos Santos, Founder & CEO da ateliware; Magnum Machado, Employee Experience na Lar.App, e Rafael Hasson, CEO da ConnectPlug. Ao final, você pode assistir a gravação completa. Aproveite! 😊

O que são hard skills?

As chamadas hard skills são aquelas habilidades, capacidades e conhecimentos técnicos que adquirimos ao longo da vida, normalmente através de cursos, graduações e experiências práticas. 

Elas compõem tudo aquilo que você consegue desenvolver e estudar de forma mais mensurável, já que as hard skills muitas vezes podem ser apresentadas através de diplomas, certificações e testes.

Entre alguns exemplos de hard skills podemos citar o aprendizado de um idioma, a conclusão de um curso de especialização ou o domínio de uma linguagem de programação específica, como Ruby ou Elixir.

O que são soft skills?

Já as soft skills são competências e habilidades comportamentais e interpessoais. Também chamadas de "habilidades humanas", as soft skills são aquelas que moldam a forma como um profissional consegue aplicar a sua bagagem e experiência no dia a dia com as equipes, colaboradores e clientes.

Podemos citar como exemplos desse tipo de habilidade a comunicação eficaz, colaboração, flexibilidade, capacidade de trabalhar sobre pressão, liderança, criatividade, aprendizado rápido e orientação para resultados. 

Por serem mais sutis e abstratas que as hard skills, as habilidades humanas são mais complexas de mensurar e até mesmo de avaliar.

Como essas habilidades se complementam para o profissional de tecnologia?

Muito se engana quem pensa que as hard skills são mais importantes do que as soft skills no universo tech. Foi-se o tempo em que o perfil profissional do desenvolvedor era aquele com conhecimentos puramente técnicos, que se sentava na frente do computador para programar e que tinha pouca interação com outros profissionais. 

Hoje, as empresas estão de olho em profissionais que conseguem equilibrar os dois tipos de habilidades, que são igualmente importantes. O profissional de tecnologia precisa saber lidar com a equipe e muitas vezes tem contato direto com os clientes, não só no relacionamento, mas no entendimento e resolução das dores e problemas levantados por eles. Se esse profissional ocupa uma posição de gestão ou liderança, algumas habilidades comportamentais são ainda mais decisivas.

Peterson dos Santos, nosso Founder & CEO, contribuiu para essa discussão com a visão de mercado: "é bastante comum escutarmos dos gestores que a contratação acontece muitas vezes pelas hard skills e algumas demissões acontecem pela falta de soft skills. Por isso, aqui na ateliware nós avaliamos esses dois tipos de habilidade desde a contratação, principalmente porque nossos desenvolvedores trabalham em equipe e lidam diretamente com os clientes. Assim, é preciso contar com habilidades como a comunicação eficaz, colaboração e flexibilidade para conseguir tangibilizar um projeto, uma ideia ou todo um sistema que ainda não existe no começo do desenvolvimento".

O conhecimento técnico é, sim, extremamente importante e valorizado, mas ele caminha lado a lado com as competências comportamentais. Não faz sentido ser um ótimo programador em termos técnicos, mas não conseguir se comunicar e se adaptar. Afinal, a comunicação e a adaptabilidade são duas das soft skills mais comentadas e buscadas pelas empresas nos processos de seleção.

Como melhorar suas hard skills e soft skills

Ok, pode ser mais fácil pensar em como desenvolver as competências técnicas, certo? Você pode estudar e praticar até obter certa habilidade ou conhecimento. Mas, e quanto ao desenvolvimento das soft skills?

Primeiro, é bom lembrar que não há como separar o desenvolvimento de hard e soft skills, pois essas habilidades fazem parte de um mesmo profissional. Essa divisão é feita para ajudar o profissional a identificar espaços e oportunidades de melhoria, assim como saber que tipo de habilidade pode ser trabalhada e estudada. Mas, na prática, uma potencializa a outra e vice-versa. 

De acordo com Magnum Machado, "o nível sênior de um programador hoje não é só atingido através do conhecimento e desenvolvimento de hard skills. Para esse nível mais elevado, o profissional precisa saber se relacionar e trabalhar as habilidades interpessoais".

Desenvolvendo hard skills e soft skills

É verdade que alguns das chamadas soft skills são mais naturais para algumas pessoas, como é o caso de exemplos como liderança, criatividade e comunicação. Porém, essas e outras habilidades podem sim ser desenvolvidas e trabalhadas no dia a dia dos profissionais. 

Selecionamos algumas dicas para o seu desenvolvimento de soft skills:

  1. Antes de mais nada, você precisa identificar quais são as soft skills que podem ser melhoradas. Para isso, converse com outros profissionais próximos a vocês, como seu superior e seus colegas de equipe e peça um feedback para cada um deles;

  2. Trabalhe a sua capacidade de escuta ativa: saiba ouvir, analisar e aceitar as críticas e pontos apontados como oportunidades de desenvolvimento;

  3. Entenda quais habilidades fazem mais diferença no ambiente em que você está inserido e nos seus objetivos pessoais também. Focar nas habilidades de maior impacto é muito mais interessante;

  4. Depois de mapeadas quais são as habilidade que você quer melhorar, procure por pessoas que você admira que têm uma facilidade com essa competência, sejam elas outros programadores ou pessoas de outras áreas;

  5. Se você quer entrar em uma empresa ou mercado específico, tenha pró-atividade e entenda o que esses ambientes valorizam --- essa dica também vale para o desenvolvimento das hard skills!

  6. Aprenda com os erros e continue solicitando feedbacks constantes. O desenvolvimento de soft skills é contínuo.

Gostou dessas dicas? Você pode conferir como foi o bate-papo completo com a Kenzie Academy assistindo ao vídeo abaixo.

Alana Zonato
Alana Zonato

Head of marketing | O aprendizado contínuo me fascina e é isto que este mundo da tecnologia me proporciona. A adaptação é minha única constante, além claro de uma boa trilha sonora.

LinkedInInstagramTwitter