Welcome aboard | Boas vindas à ateliware

Boas vindas à ateliware. O CEO e co-fundador Manoel Souza e toda a tripulação, têm o prazer de te receber. Confira, neste post, como desenvolvemos softwares customizados, qual é a nossa metodologia de trabalho e vários links úteis na cocriação da sua solução digital. A ateliware agradece a preferência e espera que seu produto alcance ótimos resultados.

Alana Zonato

Alana Zonato

May 13, 2021 | leitura de 10 minutos

business

Boas vindas a bordo!

Observe o número de seu assento e fique tranquilo se ele não existir, pois faz parte do início do trabalho aprender que somos uma equipe e que vamos sempre estar onde for preciso.

Por medidas de segurança, acomode e organize toda a bagagem e conhecimento da sua empresa porque vamos precisar conhecer vocês a fundo.

O CEO e co-fundador Manoel Souza e toda a tripulação, têm o prazer de te receber. Este é o início da nossa cocriação, com destino a Transformação Digital da sua empresa fazendo escalas sempre que necessário, para que a curto e a longo prazo tenha um produto digital de sucesso.

Se você ainda não embarcou conosco nesta Transformação Digital, visite agora mesmo nosso site, será um prazer conhecer você, sua empresa e sua demanda.

Para saber mais sobre o que é Transformação Digital e como aplicá-la à sua empresa clique AQUI.

Recomendamos a leitura deste conteúdo completo e que observem os avisos luminosos (hiperlinks importantes que estarão no decorrer deste conteúdo). 

Mantenham os encostos das poltronas na posição vertical e preparem-se, pois vamos abordar alguns temas que merecem atenção visto que vamos trabalhar juntos, a quatro mãos. 

A ateliware agradece a preferência e deseja a todos um ótimo desenvolvimento.

Software customizado? O que isto influencia no desenvolvimento do meu produto digital. 

Em um contexto geral, um software pode ser desenvolvido para atender um segmento de mercado ou para atender uma necessidade específica do negócio. Em ambos os casos, aqui na ateliware trabalhamos com a customização, ou seja, construímos uma solução adaptada à demanda específica da empresa, compreendendo as necessidades dos usuários alinhadas aos objetivos do negócio.

Um software "de prateleira" é a utilização de um modelo já pronto, geralmente desenvolvido de maneira genérica para atender o maior número de negócios possível.

Já um software customizado é aquele que será pensado para se adaptar exclusivamente aos seus processos, usuários e objetivos. A customização permite chegar na raiz do problema que será resolvido e, para isso, vamos precisar ir fundo em conhecer até os mínimos detalhes do seu negócio.

Veja também: Do fordismo ao clientismo: como saímos da Era da Produção para a Era da Personalização e o que isso tem a ver com desenvolvimento de software.

O processo de evolução de um produto digital é contínuo, onde a cada nova necessidade do seu negócio ou do mercado, por exemplo, será necessária uma adaptação ou melhoria no produto. Então, se estamos falando de evolução contínua, fica evidente que sua empresa precisa fazer parte de todo o processo de desenvolvimento para que a longo prazo possa tomar decisões mais assertivas. 

Então, estamos falando que a escolha de desenvolver um software próprio, customizado, reflete diretamente em como será este processo de construção, pois com esta escolha o trabalho a quatro mãos (fornecedor de tecnologia + seu negócio) se torna imprescindível e torna a participação da sua empresa necessária em todo o processo, desde a concepção na fase de discovery, até a entrega do produto já implementado. 

Todo este processo propicia muitas benfeitorias, sendo uma delas a geração de insights, que quando validados poderão ser implementados com agilidade. O mundo globalizado e a velocidade com que as coisas são criadas, atualizadas e melhoradas exige esta flexibilidade no desenvolvimento de uma solução digital de sucesso a curto e longo prazo.

Vamos, então, trabalhar de maneira muito colaborativa, ou seja, vamos cocriar. E se você ainda não entendeu bem como será isso, continue lendo o conteúdo, pois este é exatamente o próximo tópico que vamos abordar.

Já ouviu falar sobre os Ciclos de Hype, ou de exagero de uma inovação? Entenda o que isso tem tudo a ver com seu processo de Transformação Digital.

Cocriar e sua importância no processo de Transformação Digital.

Cocriar significa, de uma maneira bastante simplista, criar em união, em conjunto com alguém. Aqui na ateliware nós adotamos uma visão um pouco mais holística, onde cocriar significa se permitir ter abertura para novas percepções, vivências, metodologias e ter disposição para compartilhar ideias, construindo uma via de mão dupla de muito aprendizado.  

A importância de cocriar no processo de Transformação Digital é que juntamos conhecimentos e expertises para construir uma solução que realmente fará a diferença no seu negócio. 

Para que esse processo venha a ser efetivo e se estabeleça, é preciso criar um ambiente propício para troca, assim como incentivar ao máximo equipes multidisciplinares, prezando, principalmente, para que a relação seja direta e que todos estejam sempre na mesma página, ou seja, tenham as mesmas informações a fim facilitar a tomada de decisões a partir de uma visão clara do todo.

Hipercolaboração na prática, entenda a importância de fazer parte e fomentar o ecossistema de inovação.

A cocriação e a parceria efetiva aumentam (e muito!) a chance de sucesso, pois cada parte vai oferecer o que apresenta de melhor e o desenvolvimento do início ao fim será muito mais fluido e com grande redução de refações.

Escopo aberto: modelo de gerenciamento de trabalho ágil.

Por definição, escopo se refere ao que se pretende atingir, o alvo ou a finalidade que se pretende alcançar no final. Em projetos é comum encontrarmos as subdivisões escopo de projeto e escopo de produto. Sendo que:

  • Escopo de projeto é a descrição do trabalho que deve ser feito para alcançar o objetivo final fechado entre as partes, seja ele qual for. Ex.: objetivos específicos, entregas, prazos, custos e etc.

  • Escopo de produto seria o conjunto de características ou, trazendo mais para o nosso dia a dia de desenvolvimento de software, os requisitos indispensáveis que o resultado final deve apresentar. Ex.: tela de login, formulário de inscrição e por aí vai.

Aqui na ateliware, aprendemos cocriando com nossos clientes, assim como desenvolvendo nossos próprios produtos que unificando estas duas definições e trabalhando de uma maneira mais aberta conseguimos alcançar a agilidade e flexibilidade na hora de desenvolver um software, entregando uma solução digital que faça sentido a curto e a longo prazo.

Escopo aberto significa ter a meta de onde queremos chegar muito bem definida e alinhada entre todos os envolvidos. Algo que aprendemos nestes anos de desenvolvimento é que não podemos travar inicialmente a um escopo fechado, pois esta pode não ser a forma mais eficiente de desenrolar um projeto. Muitas vezes, o escopo fechado traz rigidez, o que não é compatível com a versatilidade e flexibilidade que o mercado exige atualmente. Logo, preferimos trabalhar de maneira mais livre, aberta, para garantir a qualidade da entrega. 

Em forma resumida, trabalhar com escopo aberto significa que o objetivo final está definido e alinhado entre as partes e as entregas são previamente combinadas e realizadas em ciclos. Com isso, é possível acompanhar todas as etapas do desenvolvimento de software, acrescentar funcionalidades e realizar ajustes sempre que necessário. Num escopo fechado isto não é possível, já que você receberá exatamente o que foi solicitado no contrato lá no início.

O mundo atual segue uma velocidade absurda, onde tudo pode ser diferente em poucos instantes. O que é um sucesso hoje pode já não ser amanhã. Tudo muda e precisa mudar, por isso nós estamos prontos para flexibilizar o desenvolvimento de software a fim de que possamos juntos, cocriar a melhor solução. 

Mas, não pense que escopo aberto é sinônimo de falta de controle. É muito diferente disso! Existe uma metodologia envolvida que entrega visibilidade, previsibilidade e todas as informações adicionais necessárias para que as tomadas de decisões sejam assertivas e ágeis.

Com esta introdução feita, senhores passageiros, queremos avisar que dentro de instantes estaremos pousando em nossa primeira reunião de kickoff. Mantenham os encostos da poltrona na posição vertical e suas mesas fechadas e travadas. Observem os avisos luminosos de apertar cintos.

Reunião de kickoff: o que é e qual seu objetivo.

Kickoff, em inglês, significa começo. Por isso, nesta reunião  vamos nos conhecer melhor e alinhar expectativas para seguirmos todos em um desenvolvimento bem azeitado.

Quem estará à frente desta reunião será o time de CX (Customer Experience ou Experiência do Cliente) da ateliware e é neste encontro que vocês terão o primeiro contato com a equipe de Design e Desenvolvimento envolvida na construção do seu projeto. Neste momento, também vamos conhecer todos os envolvidos da sua empresa. O cocriar já começa aqui, portanto, preparem-se para nos contar tudo sobre vocês.

Os objetivos principais deste encontro são: 

  • Apresentar a equipe ateliware e conhecer a equipe do cliente envolvida;

  • Alinhar o que foi fechado em contrato com todos para que todos fiquem na mesma página e entendam a demanda;

  • Analisar o WBS desenvolvido previamente pela equipe ateliware. O WBS (Work Breakdown Structure) é uma estrutura analítica na qual estimamos e subdividimos as fases e entregas da demanda em componentes menores, oferecendo uma visão mais clara e gerenciável do todo;

  • Definir quais serão os próximos passos e priorizar as tarefas;

  • Apresentar ferramentas de trabalho e metodologias;
  • Definir os papéis indispensáveis para iniciarmos o desenvolvimento do lado do cliente;
  • Definir data de início do projeto e rotina de trabalho.

Para garantir que esta reunião seja muito proveitosa, produtiva e objetiva, nós separamos algumas leituras que certamente vão ajudar a já iniciarmos nosso trabalho alinhados. Vale lembrar que teremos, na grande maioria, pessoas de tecnologia mas também muita gente de negócios e todos precisamos ter uma comunicação bem efetiva. 

Seguem nossas dicas de leitura:

Glossário de termos da tecnologia

Sobre termos que são usados diariamente pelas empresas de tecnologia, para não dizer o tempo todo, sugerimos que acesse nosso Glossário. =)

Metodologias Ágeis de desenvolvimento 

Existem diversas Metodologias Ágeis, que tiveram origem na área de TI, mas hoje são utilizadas e adaptadas em diversos setores. Aqui na ateliware não temos o uso de uma ou de outra metodologia em específico, mas de muitas delas, afinal tirar o melhor de cada uma, testar e experimentar para alcançar o sucesso está em nosso DNA. 

Kanban, Lean, Scrum... parece coisa demais, mas nós vamos te ajudar. Sugerimos estas leituras:

Novas formas de organização corporativas

Neste mundo cada vez mais online e conectado, organizar estruturas que privilegiam a colaboração deve ser visto como um objetivo importante nas instituições. Para saber um pouco mais sobre nossa visão de estrutura empresarial e em como esta influencia seu processo de desenvolvimento, sugerimos a leitura do artigo abaixo:

Métricas de inovação 

Inovação é um conceito tão abstrato que parece difícil mensurar. Como medir o impacto de novas ideias, de experimentos ou de parcerias que tem como principal objetivo gerar valor? Se você anda fazendo essas perguntas, provavelmente vai encontrar algumas respostas aqui:

Métricas de desenvolvimento de software

Métricas ágeis identificam pontos de atenção e facilitam tomadas de decisão.

O desenvolvimento de uma solução digital exige um aperfeiçoamento contínuo relacionado a cada um dos processos. Da concepção ao levantamento de requisitos, até a construção propriamente dita e monitoramento da solução já implementada, identifica-se o sucesso de um projeto pela saúde e estabilidade do progresso da elaboração do mesmo.

Métricas de projeto surgem como um conjunto de indicadores responsáveis por mostrar aos interessados as informações necessárias para tomadas de decisões, auxiliando na identificação de pontos de atenção.

Dada sua tamanha importância sugerimos estas leituras:

Alana Zonato
Alana Zonato

Head of marketing | O aprendizado contínuo me fascina e é isto que este mundo da tecnologia me proporciona. A adaptação é minha única constante, além claro de uma boa trilha sonora.

LinkedInInstagramTwitter